A saudade dos olhos…

Às vezes, tudo o que a gente precisa é matar a saudade dos olhos. Quando já não cabe mais o toque, o tom, a voz. Quando o corpo ainda quer, as mãos ainda sentem e a boca ainda saliva… mas, ainda assim, a razão diz que não. Quando não há música, fotografia, aquela camisa dele que ficou, a lembrança mais doce dos dias de sol… quando nada disso faz desacelerar o coração que bate incansavelmente ao simples recordar… é nessa hora que os olhos sangram. Sim, porque o coração já sangrou faz tempo. A saudade dos olhos é, cima de tudo, pura, casta. É uma vontade incontrolável de apenas ver. Ver de longe, por entre brechas. É, por instantes, sentir de novo. Reviver. A saudade dos olhos talvez seja a saudade da alma, que não precisa de um meio físico pra sanar. Talvez seja apenas energia. Recarga. O que de verdade se sente é um sossegar embriagante. Uma entorpecência eufórica. Os olhos buscam alimento pra alma. A alma parece aquietar-se dentro do corpo. O corpo obedece à razão… mas o coração… ah, esse, involuntariamente, não! Porque o que os olhos veem, o coração, pesarosamente, sente.

– Ana Letícia Brederodes –

 

Anúncios

2 Responses to “A saudade dos olhos…”


  1. 1 Anderson Sassi 28/06/2013 às 19:59

    Só precisei ler. God!


Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 6.054 outros seguidores

Arquivo de Posts

Categorias

:: Desde 09/2011 ::

  • 372,835 visitas

%d blogueiros gostam disto: