” E, maravilhada com aquele imenso roseiral, um rosa pequena e tão, aparentemente, igual às outras me despertou a atenção. Fui lá buscá-la pra mim. Não pude arrancá-la. Ela tinha espinhos graúdos e muito fortes. Machucou-me os dedos. Feriu-me a pele. Entendi. Entendi que aquele roseiral jamais teria a mesma beleza se lhe faltasse uma rosa. Voltei a debruçar-me na janela. As pontas de meus dedos estavam doloridas. Mas ela continuava lá. Dançando com o vento, emprestando sua beleza. E, mesmo de longe, era ela, só ela que me enchia os olhos. Era só ela que exalava perfume. Escolhi aquela rosa e agora ela era minha. Intocavelmente minha…”

– Ana Letícia Brederodes –

Anúncios

2 Responses to “”


  1. 1 Ana Letícia Brederodes Rocha 10/11/2012 às 06:03

    Olá…eu sou Ana Letícia Brederodes!!!!! kkkkkkkkkk…tomei um susto com o post, mas adorei ver um pedaço de mim aqui no blog! Preciso dizer que foi escrito com muita paixão e dor…é puro sentimento! Bom saber que despertou a emoção em alguém…

    • 2 bianaoliveira 11/11/2012 às 11:52

      Oii, tudo bem? Eu estava procurando algo para postar e encontrei o seu texto. Certamente, foi escrito com sentimento. Tem tudo haver com o blog. Estou certa de que ele despertará emoção e sentimento nos leitores. Obrigada!!


Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 6.055 outros seguidores

Arquivo de Posts

Categorias

:: Desde 09/2011 ::

  • 361,647 visitas

%d blogueiros gostam disto: